Ciclo de cinema debate 11 de setembro

O Museu da Comunicação exibe neste domingo (11 de setembro), data que assinala uma década dos atentados ao World Trade Center, às 19 horas, o longa-metragem Fahrenheit 11 de setembro, de Michael Moore, na programação do ciclo Cinema e História: Problemas Contemporâneos, numa parceria com o Centro Acadêmico de Estudantes de História (CHIST), da UFRGS. Após a sessão, Leandro Balejos, professor de História, comanda o debate com o público presente. A entrada é franca.

O documentário - dirigido, escrito e estrelado pelo estadunidense Michael Moore - investiga as relações entre o presidente George W. Bush e Osama Bin Laden e as prováveis motivações que tornaram os Estados Unidos alvo de terroristas, também com referências à posterior invasão ao Iraque. O título faz alusão à “temperatura que arde a liberdade”. Fahrenheit 11 de setembro levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes em 2004.

O ciclo de cinema transcorre em 13 sessões de filmes, com encontros quinzenais, sempre aos domingos, às 19 horas, seguido de debates sobre questões contemporâneas retratadas nas produções, com a participação de alunos de graduação e pós-graduação, além de convidados especiais. Inscrições: hipólito-secretaria@sedac.rs.gov.br.

Cinema e História: Problemas Contemporâneos

Fahrenheit 11 de setembro (EUA, 2004,116 min), de Michael Moore
Sinopse: O diretor investiga como os EUA se tornaram alvo de terroristas a partir dos eventos ocorridos no atentado de 11 de setembro de 2001. Os paralelos entre as duas gerações da família Bush que já comandaram o país e ainda as relações com Osama Bin Laden. Domingo, 11 de setembro, às 19 horas – Entrada Franca