Segundo painel da Legalidade no sábado

O Museu da Comunicação promove neste sábado (10 de setembro) o segundo encontro de Legalidade em debate: 50 anos, às 14h30min, na Casa de Cultura Mario Quintana (sala A2B2), 2º andar, com o painel Legalidade - um resgate histórico. O evento, com três encontros distintos, pretende destacar a Campanha da Legalidade, importante momento histórico do país, que mobilizou considerável parcela da sociedade gaúcha em defesa da posse do vice-presidente João Goulart, em agosto de 1961, diante da renúncia do então presidente Jânio Quadros.

No primeiro painel, em 3 de setembro,  a ênfase estava na importância da comunicação para o êxito do movimento, com a presença de jornalistas que participaram da Cadeia da Legalidade.  Desta vez, o foco está na análise histórica do movimento, com mediação de Ercy Thorma, presidente da ARI, e a participação de Elizabeth Torrezini (doutora em História, escritora e pesquisadora), João Batista Marçal (jornalista, escritor e pesquisador), César Rolim (doutorando em História) e Ananda Simões Fernandes (mestre em História).

A edição final do evento está programada para 17 de setembro, no mesmo horário e local, com A Campanha da Legalidade – uma retrospectiva histórica, mediação de Tânia Almeida, Diretora de Relações Públicas da Secom (mediadora), e com as presenças de Antônio Goulart (jornalista e escritor), João Carlos Cardoso (radialista), Sereno Chaise (deputado estadual em 1961), Ney Ortiz Borges (advogado) e Sérgio da Costa Franco (jornalista, escritor e pesquisador).

As inscrições podem ser efetivadas na hora ou através do e-mail hipólito-secretaria@sedac.rs.gov.br. O evento tem o apoio da Secretaria da Comunicação e Inclusão Digital e a entrada é franca.

Na imagem em destaque, o General José Machado Lopes (comandante do III Exército), e outras autoridades, retirando-se de reunião com Leonel Brizola no Palácio Piratini (28/08/1961) - Acervo Fotográfico do Museu da Comunicação